Encontro das Violas convida: Renato Teixeira

Encontro das Violas

O Encontro das Violas é um projeto cultural aprovado pela Lei Rouanet, que tem como objetivo promover a cultura sertaneja nacional unindo a música instrumental da tradicional Orquestra Paulistana de Viola Caipira com renomados artistas e compositores do gênero. Em cada edição toda a verba arrecadada é destinada ao Hospital Boldrini.

Renato Teixeira

O excelente “Caipira Universitário” do Vale do Paraíba, compositor de “Romaria”, “Amanheceu, Peguei a Viola”, “Sentimental eu Fico” e “Frete”, entre outras, nasceu em Santos-SP (em 20/05/1945), passou a infância em Porecatu-PR e Ubatuba-SP e viveu sua adolescência e juventude em Taubaté-SP, no Vale do Paraíba. Em São Paulo-Capital, participou do Festival da Record de 1967 com a música “Dadá Maria” que foi defendida por Gal Costa (na época ainda Maria da Graça, iniciando sua brilhante carreira), e também por Silvio César. Também foi sua primeira gravação, já que Renato Teixeira gravou a respectiva música juntamente com Gal no disco do festival. E, no mesmo festival, no ano seguinte, Roberto Carlos foi o intérprete de “Madrasta” também de autoria de Renato.

Renato sempre procurou conhecer a História Musical de Nosso País, ouvir todas as canções e todos os gêneros. Do samba à música caipira. A geração musical que frutificou da Bossa Nova, nos anos sessenta era chocante. Uma linda síntese de tudo que aconteceu de essencial na música brasileira até então. Admirador e também amigo de Chico Buarque e Caetano Veloso, Renato Teixeira também conheceu Milton Nascimento antes dele fazer sucesso; segundo ele, todos que o conheceram nessa época, já tinham por ele uma admiração que só os grandes mitos podem desfrutar. A falecida Elis Regina, também estava entre os intérpretes da MPB mais admirados por Renato que também assistiu “bem de perto” ao surgimento do Tropicalismo, uma espécie de “preparação mental” para a chegada do terceiro milênio.

Jingles publicitários também compôs “para sobreviver”: e, que, por sinal, fizeram bastante sucesso como aqueles do Ortopé, do Rodabaleiro, do Jeans US-Top e do Drops Kids Hortelã, que muita gente se lembra até hoje.